Tratorista acha cadáver em colheita de milho, veja!

PARTILHAR

Polícia Civil aguarda resultado de perícia que pode indicar se vítima foi morta de forma violenta. Material foi recolhido pelo IML em meio a plantação de milho.

Uma ossada humana foi encontrada por trabalhadores rurais em uma plantação de milho de Perolândia, no sudoeste de Goiás. A Polícia Militar (PM) registrou que foi chamada após os funcionários de uma fazenda encontrarem o material na colheitadeira usada na lavoura.

Trabalhadores que estavam fazendo a colheita de milho, como de costume na propriedade e, para surpresa dos tratoristas, encontraram uma ossada humana. O fato foi registrado na tarde da última quinta-feira (29), às margens da rodovia GO-2020.

Os ossos foram achados na tarde de quinta-feira (29) em uma propriedade próxima à GO-220. A PM e o Instituo Médico Legal (IML) chegaram ao final do dia à fazenda para recolher o material.

O delegado Agnaldo Alves, da Polícia Civil de Jataí, é quem fica responsável pela investigação do caso. Segundo ele, é necessário aguardar o resultado dos primeiros exames cadavéricos para iniciar uma apuração. Ainda não se sabe qual seria o sexo da vítima.

Pelo estado de decomposição, os ossos já estariam no local há bastante tempo. O local foi isolado até a chegada da equipe do Instituto Médico Legal (IML). Todo o material foi recolhido para ser analisado e periciado.

O laudo será capaz de responder, por exemplo, se a pessoa foi vítima de morte violenta ou se teve alguma perfuração de projétil de bala.

“É importante aguardar o laudo porque ele pode indicar se a vítima teve uma morte violenta, se há sinal de algum projétil, por exemplo”, explicou.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com