Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em 2019

Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em 2019

PARTILHAR
CHARLESTON FIV DA SABIÁ
CHARLESTON FIV DA SABIÁ / Foto: Rubens Ferreira / @fotodeboi

Dados levantados pela CNA apontam que VBP da agropecuária fica estável em 2019; Pecuária cresceu 7% em relação ao ano anterior.

Brasília (14/10/2019) – O Valor Bruto da Produção (VBP), que mede o faturamento bruto da atividade dentro da porteira, deve ter leve queda de 0,2% em 2019, resultado praticamente estável na comparação com o ano passado, totalizando R$ 609,7 bilhões, segundo previsão da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Dados disponíveis até setembro mostram que o valor bruto da produção agropecuária brasileira deve encerrar o ano em R$ 609,7 bilhões, o que representa uma leve redução de 0,2% em relação a 2018. Enquanto a redução do VBP agrícola pode chegar a 4,1%, o crescimento do ramo pecuário deve chegar a 7% em 2019.

A pecuária será a responsável por garantir esta estabilidade. O VBP do setor deve fechar o ano em R$ 232,9 bilhões, alta de 7% em relação a 2018. Destaque para a suinocultura, que deve ter crescimento de 22,9%, e da avicultura, com elevação de 14,2%, principalmente pela maior demanda por conta da peste suína na China.

Fonte: CNA

Para a carne bovina, a projeção é de expansão de 3,6% no VBP em 2019, na comparação com 2018, enquanto que para o leite a estimativa é de alta de 8,7%. O setor de ovos deve ter queda de 12,7%, reflexo da redução dos alojamentos de poedeiras.

Fonte: CNA

Já a agricultura terá queda de 4,1% no VBP, somando R$ 376,8 bilhões. Café, cana-de-açúcar e soja estão entre as principais culturas que terão queda de preços e produção, o que deve impactar o VBP neste ano.

No caso do algodão e do milho, apesar dos preços menores, a elevação da produção vai garantir, nas duas culturas, altas de 13,1% e 15,8% no VBP, respectivamente.

Confira relatório completo aqui.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com