Vídeo: Lavouras de soja sem grãos no PR, prejuízo milionário!

Vídeo: Lavouras de soja sem grãos no PR, prejuízo milionário!

PARTILHAR

Uma das cenas mais tristes para o agricultor nesse momento. As lavouras de soja no Paraná estão com as vagens vazias de grão e prejuízo é milionário!

As chuvas que demoraram a chegar no início da temporada 2020/21 de soja do Brasil chegaram de forma mais intensa e até mesmo excessiva em algumas áreas. No Paraná, a consequência destas condições de clima tem resultado no abortamento de vagens.

Diversas imagens e vídeos foram compartilhados ontem em redes sociais e pelos grupos de produtores. A situação é crítica e o prejuízo é milionário diante dessa “surpresa” que o agricultor teve no momento da colheita. As lavouras de soja no Paraná estão vazias de grão.

— “Um grande período de dias sem incidência direta de luz solar tem sido um dos grandes problemas agronômicos dessa safra”, explica Claudeir Pires, CEO da Academia da Soja, que vem visitando lavouras nas principais regiões produtoras do país.

— “O excesso de nebulosidade em janeiro causou distúrbios fisiológicos nas plantas, que voltaram a vegetar, cresceram além do normal, desenvolveram muitas folhas e abortaram muitas vagens. Esse fenômeno ocorre em várias partes do estado, em menor ou maior grau, e deve afetar a produtividade final, já corrigida para baixo, neste levantamento”, informa o boletim mensal da instituição.

A Embrapa agora investiga possíveis causas para o que aconteceu. Mas o prejuízo é irreversível e irá prejudicar os contratos e economia local. Infelizmente a região vem sofrendo com as mudanças de clima e intemperes da natureza.

Em 05 de Fevereiro foi noticiado que as lavouras de soja em Dr. Camargo no Paraná já sofreram com estiagem e falta de chuvas que atrasou o plantio em cerca de 35 dias e agora são impactadas pelo excesso de chuvas. O mês de janeiro teve um acumulado de 350 mm e fevereiro já registrou quatro chuvas na região.

Segundo o produtor rural Ildefonso Ausec, mais do que o excesso de chuvas, o excesso de sombreamento tem sido prejudicial às plantas com lavouras crescendo demais, folhas amareladas e vagens caindo. Outro ponto de preocupação é para o aumento da pressão de doenças neste cenário e da impossibilidade de aplicação de defensivos em meio as precipitações.

Chuva destrói lavouras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com