Boi Bandido: Esse é o Touro de Ouro dos rodeios; Vídeo!

PARTILHAR

O touro Bandido, um ícone das montarias, foi uma das principais estrelas do rodeio nacional e deixou um legado de cerca de 70 filhos; Esse é o Gigante das Arenas!

Já temos mais de 15 anos sem o grande ícone das arenas. O ‘Boi Bandido’ foi tradicionalmente conhecido por ser o melhor e mais temido touro de rodeios do Brasil. O animal fez sua história durante anos e foi reconhecido mundialmente por ser indomável e claro muito inteligente. O touro mais temido do Brasil morreu em janeiro de 2009, mas o memorial erguido no Parque do Peão ainda é um dos locais mais visitados.

Quem conheceu a fama do animal não dispensa uma passada para uma foto junto à estátua do touro, que também atrai as crianças. O touro Bandido, um ícone das montarias, foi uma das principais estrelas do rodeio nacional e deixou um legado de cerca de 70 filhos; Conheça mais sobre o Gigante das Arenas!

Bandido ganhou fama dentro e fora das arenas de competição. Ele foi parar na tela da TV em 2005, quando participou da novela América, de Glória Perez, que retratava a cultura dos rodeios.

“Bandido era rei, nos pastos e nas arenas. Impossível não se impressionar com ele, encarava a gente com a tranquilidade e superioridade de quem detém todos os poderes. E detinha mesmo: ninguém se vangloria de ter ficado sequer oito segundos em cima de seu lombo”, escreveu a novelista Glória Perez nestas poucas linhas eternizadas no memorial dedicado ao touro mais temido que o Brasil já conheceu.

touro Bandido foi conceituado melhor touro de rodeio brasileiro reconhecido internacionalmente por derrubar rapidamente os peões que tentavam montar nele.

Ele derrubou mais de 200 competidores, teve mais de 70 filhos, diversos clones e cerca de 2 mil doses de sêmen congelados, uma genética considerada de ouro. Apenas um peão conseguiu permanecer por 8 segundos em cima de seu lombo, proeza realizada pelo peão Carlos de Jesus Boaventura, em Jaguariúna no ano de 2001.

O touro terminou a carreira em setembro de 2008, com mais de 200 desafios disputados em todo país. Bandido sofreu de câncer de pele, próximo à região do olho esquerdo e morreu em 4 de janeiro de 2009, com quinze anos, na Fazenda Santa Martha, Icém. Foi enterrado no Memorial do Peão, no Parque do Peão, em Barretos.

Ele chegou a realizar tratamentos de quimioterapia em um hospital veterinário, mas não resistiu depois da doença se espalhar pela cabeça, pulmão e garganta.

Boi atleta

O boi era um desafio dentro e fora das arenas. Pesando uma tonelada, ele vivia uma vida de atleta, com exames constantes, alimentação balanceada e um treino que incluía caminhadas, natação e uma pista especial para realizar os seus famosos pulos.  

Com todos os cuidados, tratamentos e regalias, o boi vivia uma vida de atleta, com uma dieta balanceada, treinos e exames.

Morreu o touro que tinha nome e cara de mau, mas era queridíssimo em todo o Brasil. Ficou famoso e fez carreira em novela.

Manchete dos jornais em 2018

História e grande momento

Mundialmente conhecido por sua temível expressão de indomável e cavucar a terra com os chifres, o boi Bandido foi comprado pelo empresário Paulo Emílio Marques. A paixão por rodeios surgiu para Marques na sua cidade natal de Barretos, com a família envolvida na pecuária, Paulo começou a sua companhia aos 16 anos com 13 touros herdados pelo pai.

Bandido foi descrito diversas vezes por Paulo como um animal extremamente inteligente e que entendia o seu propósito no mundo do esporte.

Paulo Emílio Marques continuou com diversos grandes nomes em sua companhia de touros, como o Touro Agressivo e o Touro Bipolar. Engajado em trabalhos de genética, o empresário chegou a produzir três clones do Touro Bandido, dois morreram e o outro se aposentou após uma lesão.

Em memória ao Bandido

Na posse do animal, o empresário Paulo Emílio, aposentou o Bandido em setembro de 2008 e em janeiro de 2009 devido a complicações por um câncer maligno diagnosticado próximo ao olho esquerdo, o boi Bandido morreu.

ESTÁTUA DO BOI BANDIDO NO PARQUE DO PEÃO DE BOIADEIRO DE BARRETOS (SP). FOTO: DIVULGAÇÃO

Em homenagem ao famoso rei das arenas, hoje no parque do Peão de Boiadeiro de Barretos, interior de São Paulo, onde está enterrado. É possível conhecer a história e ver de perto uma estátua do touro Bandido.

No ano de 2019, em publicação pelas redes sociais, o empresário Paulo Emílio, divulgou o nascimento de um filho do cruzamento dos dois melhores touros de rodeio do país, o Touro Bandido e Touro Agressivo, possivelmente produzido através de fertilização in vitro.

Quanto ganha um peão de rodeio?

Ser um Peão de Rodeio é uma profissão que exige habilidade, força e muita coragem. Muitas pessoas acham que são, apenas, oito segundo em cima do touro para entrar para a história, mas o treino e profissão são reconhecidos no meio. Afinal, quanto ganha um peão de rodeio?

Segundo os dados oficiais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), que contabiliza os empregos com carteira assinada no Brasil, foi feito com 1.546 profissionais admitidos e demitidos entre julho de 2021 e junho de 2021. Segundo essas informações, o salário médio de um peão de rodeio é de R$ 8.390,35 por uma jornada de 42 horas semanais. A faixa salarial fica entre R$ 1.450 e R$ 29.628,10. A pesquisa inclui apenas os profissionais registrados no regime CLT.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com