Dicas para você pecuarista ficar de olho, confira!

Dicas para você pecuarista ficar de olho, confira!

PARTILHAR
Foto: Marcelo

Dentro da fazenda de pecuária de corte, existem alguns pontos em que todo pecuarista deve ficar de olho e ter bastante atenção. Confira abaixo!

Produzir carne em larga escala mantendo um alto padrão de qualidade, podemos dizer que beira a uma arte. Por isso, pecuaristas que alcançam esse feito, sem dúvidas se destacam no mercado e saem na frente dos concorrentes. E sabe o que os diferencia de uma série de pecuaristas cada vez mais preparado? A atenção aos cuidados e detalhes que, no resultado final, farão toda a diferença. 

Pensando nisso, neste artigo falaremos sobre os principais cuidados que todo criador de gado de corte deve ter se deseja alcançar sucesso com a atividade. Estou certo de que ao término da leitura, você terá muitas ideias para colocar em prática aí na sua propriedade. 

Continue a leitura e confira! 

Criação de gado de corte 

É fato que a pecuária de corte é uma das atividades do setor que apresenta excelente potencial lucrativo. Hoje, os números do setor crescem a cada dia e colocam a pecuária brasileira como uma das mais produtivas de todo o mundo. 

No entanto, muito mais do que apenas investir em um bom rebanho, o sucesso na atividade está condicionado a alguns cuidados, que contemplam desde a nutrição adequada até a manutenção de pastos amplos com recursos hídricos, clima favorável, entre outros. 

O pecuarista que deseja se destacar precisa, além de conhecer profundamente todos esses pontos, se dedicar as diferentes fases da criação do gado de corte. 

Assim, de forma resumida listamos abaixo os principais aspectos de atenção para a criação de um gado de corte lucrativa: 

  • Faça a escolha da raça que mais atenderá às suas expectativas e que esteja adequada à região da propriedade;  
  • Invista em melhoramento genético do rebanho 
  • Estudar a fundo as fases de criação – cria, recria, engorda;  
  • Dedicação ao manejo nutricional;  
  • Garanta instalações adequadas;  
  • Trabalhe em um planejamento da gestão administrativa; 
  • Faça da sua propriedade lucrativa!  

Dito isso, vamos agora compreender um pouco melhor os cuidados indicados em cada fase da criação do gado de corte e também conferir algumas dicas relacionadas ao manejo nutricional do rebanho. 

Fases da Criação do Gado de Corte 

 A criação de gado em si contempla o planejamento e cuidado com a reprodução dos animais, por isso entre os cuidados principais que se deve ter com o animal, está uma maior dedicação aos períodos de pré e pós natal, durante a amamentação. Além disso, diante de uma necessidade constante de melhorar a qualidade do gado, introduza no rebanho indivíduos com características melhores para a reprodução. Utilizar a inseminação artificial também pode ser uma boa alternativa. 

 Recria  

Na segunda etapa da criação de gado de corte, a recria, espera-se que o animal se desenvolva plenamente, tornando-se apto para a reprodução. Destaca-se aqui o fato de que o bom desenvolvimento do rebanho estará diretamente relacionado a medidas e cuidados assertivos com a alimentação nessa fase. Garanta ao animal uma dieta consistente em nutrientes adequados e indicados para o crescimento e robustez deles na fase seguinte, a engorda. 

Engorda 

A etapa de engorda é aquela em que os animais recebem uma alimentação com nutrientes específicos, com o objetivo de que engordem. Porém, é essencial que se diga que não se trata apenas de acumular peso e sim de desenvolver uma carne de qualidade. Durante essa etapa, os cuidados do criador devem estar voltados a oferecer ração adequada, bem como qualidade de vida para o gado. De maneira geral, os rebanhos de engorda são compostos por animais com mais de 2 anos de idade. 

Principais Cuidados Com Alimentação do Gado de Corte 

 Como já dito anteriormente, a alimentação e nutrição do gado serão fatores determinantes para que obtenha sucesso e lucratividade com a criação de gado de corte. Assim, é importante que se atente para os seguintes fatores: 

Balanceamento 

Durante a fase de engorda é importante que haja o balanceamento entre os diferentes nutrientes como minerais, açúcares, proteínas, água, gorduras e água. Esses elementos devem estar presentes na alimentação diária dos animais, porém, em quantidades diferentes. O equilíbrio depende do tipo de animal e das atividades que ele realiza diariamente. 

Alimentos Concentrados x Alimentos Volumosos 

 Considere também os tipos de alimentos. Os volumosos são aqueles que oferecem grande quantidade de fibra bruta em detrimento de energia, como por exemplo, as pastagens. Já os concentrados têm grande valor energético, mas com pouca fibra bruta, como é o caso dos grãos de cereais.  

Suplementação de Pastagem 

 Nas estações de seca, em que o pasto apresenta crescimento menos intenso, o gado recebe menos nutrientes provenientes da pastagem, o que torna necessário entrar com a suplementação. 

Controle e Planejamento 

 Não se engane, a criação para fim de corte, para quem objetiva lucro, não pode ser executada a partir da ideia de criar os animais livremente pelo pasto e esperar que eles se alimentem e engordem. Foco nos seus objetivos e nos resultados, a partir de um planejamento bem estruturado e executado, são indispensáveis para que alcance resultados satisfatórios com a atividade.  

Fonte: Coimma

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com