PARTILHAR

Conforme havíamos divulgado anteriormente, Leilão JA e Mais Um alcança R$ 4,3 milhões em faturamento; destaque para égua Crioula JA Capitu.

Em noite histórica, remate fecha com uma das maiores médias de todos os tempos e coloca égua como a de maior valor de venda em disputa no recinto. Com grande destaque pela genética ofertada, as cabanhas JA e Mais Um, de São Lourenço do Sul (RS), realizaram na noite deste domingo, 27 de outubro, um leilão histórico. O evento, a cargo da Trajano Silva Remates no Tattersal do Cavalo Crioulo no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), vendeu 40 lotes e chegou a uma média de R$ 107 mil por exemplar, uma das maiores alcançadas em todos os tempos, fechando em um faturamento de R$ 4,3 milhões.

Para o leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, que conduziu as vendas no recinto na noite, o leilão atingiu números históricos, o que era esperado diante da qualidade ofertada em pista. “Foi um leilão fora de série, que indiscutivelmente vai entrar para a história. Uma média também histórica e o grande destaque para as vendas das éguas, começando pela JA Capitu”, salientou.

O destaque do leilão ficou por conta da venda de JA Capitu, que entrou para o hall das fêmeas com valor acima de sete dígitos, sendo a com maior preço quando se fala em disputa de venda no recinto. A égua, considerada uma das mais destacadas dos últimos anos, é mãe de exemplares importantes da raça Crioula como JA Impulso, JA Mate Amargo, JA Padroeira e Oitava Rima da Cabanha Santa Fé. O valor de venda foi de R$ 1,075 milhão.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.