Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Essa é a Gigante do Agro, dona da pista onde avião explodiu; Vídeo

Nas imagens é possível ver quando, tentando decolar, o King Air pende para a esquerda. Primeiro a aeronave bate asa esquerda no chão e depois o bico, indo em direção ao hangar. Mas quem é a Bom Futuro, a Gigante do Agro, dona da pista onde avião explodiu?

Acidente traz um alerta para o setor. Um avião bimotor, modelo king-air, derrapou e explodiu no aeroporto particular da Bom Futuro, em Cuiabá (MT), na tarde de ontem. Nas imagens é possível ver quando, tentando decolar, o King Air pende para a esquerda. Primeiro a aeronave bate asa esquerda no chão e depois o bico, indo em direção ao hangar. Mas quem é a Gigante do Agro, dona da pista onde avião explodiu?

  • VEJA ABAIXO OS VÍDEOS DO ACIDENTE ONDE AVIÃO EXPLODIU

A história de sucesso do Grupo Bom Futuro, uma das gigantes do Agro, no cerrado Brasileiro teve início no ano de 1982. No decorrer dessas quatro décadas, entre desafios, ímpeto inovador e empreendedorismo, moldamos nosso crescimento e evoluímos nosso desempenho.

A partir do cultivo agrícola, agregamos valor com o processamento e armazenagem de grãos e algodão, com a pecuária e piscicultura, com a produção de sementes de alta tecnologia, com a geração de energia limpa e renovável. Na atividade imobiliária promovemos o desenvolvimento regional através da expansão de áreas urbanas e através da atividade aeroportuária investimos na conexão aérea entre as unidades produtivas e o centro administrativo e deste com o mundo.

Nota da Bom Futuro sobre o acidente

A empresa prestar o serviço de hangaragem, apoio em solo e abastecimento de aeronaves em voos executivos. Pista com 1.700m de extensão e 30m de largura com pavimento resistência pcn 22, pista de rolamento/taxiway, tecnologia de apoio à pouso papi e sinalização para voos noturnos, comporta aeronaves de pequeno, médio e grande portes. A apenas 15 minutos do centro de cuiabá.

“A Bom Futuro lamenta o acidente ocorrido na tarde desta quarta (04.10) na pista do aeródromo em Cuiabá. A empresa presta serviços de hangaragem e o avião envolvido não é de sua propriedade. As informações detalhadas sobre a ocorrência serão prestadas pelas autoridades responsáveis”.

Grupo Bom Futuro

Se tornar o maior produtor individual de soja no mundo e o maior na cultura do algodão no Brasil, não era uma meta da Bom Futuro, mas se tornou uma consequência através de um planejamento eficaz, trabalho em equipe, auxilio da tecnologia e principalmente a harmonia com a natureza ao produzir toneladas de grãos e plumas de algodão em uma área total aproximada de 600 mil hectares cultivados em Mato Grosso. Conhecido como um dos o Reis da Soja do Brasil!

Contam com 42 unidades de produção, totalizando 600 mil hectares de cultivo, onde se destaca produção e beneficiamento de 1,9 milhões de toneladas de grãos, 300 mil toneladas de pluma de algodão e 400 mil toneladas de caroço de algodão.

Já no setor da pecuária, nas modalidades intensiva e semi-intensiva, atuam em todas as fases de produção (cria, recria e engorda), dedicando 64 mil hectares para produção de bovinos de corte, com abate médio anual de 90 mil cabeças.

Além desses setores, a empresa ainda atua na psicultura, geração de energia limpa e renovável e na atividade imobiliária.

Acidente onde avião explodiu, chocou o setor agropecuário do país

Um avião Beechcraft King Air explodiu na pista de pouso do aeródromo da empresa Bom Futuro, em Cuiabá, na tarde desta quarta-feira (4), após cair durante a decolagem, resultando na morte do piloto.

piloto da aeronave, Fernando Kawahata Barreto, e um funcionário de uma empresa terceirizada que prestava serviços ao aeroporto foram as vítimas fatais. Os óbitos foram confirmados pelo Corpo de Bombeiros. Os dois sobreviventes são dois irmãos produtores rurais do município de Campo Novo do Parecis (MT).

“O avião foi decolar e deu algum problema. Perdeu a sustentação na saída e saiu da pista. Veio em direção à estação e quase pegou outros aviões e pessoas que estavam aqui”, disse o ex-governador Blairo Maggi, que é primo dos proprietários da pista.

Ana Clara Jacobowski, filha do empresário e produtor rural Adelar Mateus Jacobowski, de 55 anos, disse que a família agradece a Deus pela sobrevivência do pai e do tio, Valdir Roque Jacobowski, de 52 anos, após o acidente aéreo que ocorreu na tarde desta quarta-feira (4), em Cuiabá.

“Ainda não associamos esse milagre! Obrigada meu Deus. Ao comodante Fernando, nossa eterna gratidão por fazer o seu melhor para preservar a vida do meu pai e do meu tio. Peço oração para que a recuperação do meu pai e do meu tio seja breve e que ambos saiam da UTI da melhor maneia possível”, escreveu em uma publicação nas redes sociais.

Vídeos gravados por funcionários da empresa mostram o incêndio tomando conta do galpão e uma densa fumaça se espalhando pelo ar. O Corpo de Bombeiros esteve no local realizando o combate às chamas.

Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também foram acionadas para prestar socorro aos sobreviventes. As causas do acidente serão investigadas pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

Embora pertença à Bom Futuro, o hangar é utilizado por aeronaves de outras empresas.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM