17@ em apenas 13 meses, veja como!

17@ em apenas 13 meses, veja como!

PARTILHAR
Fazenda Espora de Prata
Foto: Alexandre Zadra

O sistema de produção de superprecoces da Estância Espora de Prata, em Rondônia ganhou fama no Brasil e pode ser ótimo para você que quer utilizar a técnica.

O sistema de produção da Estância Espora de Prata tem ganhado destaque no cenário nacional, depois de uma matéria publicada pelo Compre Rural em parceria com Alexandre Zadra, do Cross Breeding. O sistema adotado pelo proprietário e médico veterinário, Ademir Ribeiro, da Casa da Lavoura, é a produção do superprecoce.

Para ponto de partida e para contar qual o segredo desse sistema tão lucrativo a resposta é: Castração ao Nascimento. Esse tema foi abordado na primeira matéria sobre a importância dessa técnica na pecuária, você pode conferir ela aqui: Castração ao nascimento: Do bezerro ao boi de 17@ em 13 meses.

Conversei com Zadra por telefone e ele me contou um pouco mais sobre o sistema que a fazenda vem adotando e o sucesso que o manejo trouxe para a propriedade. Segundo ele, “o aumento da produtividade trouxe um maior lucro na atividade, e permite um grande aproveitamento do potencial genético do animal”.

Sendo assim, disponibilizamos abaixo qual é o manejo adotado pelo proprietário da fazenda, o médico veterinário Ademir Ribeiro, e mais abaixo um vídeo que permite ver os animais criados na fazenda.

“O mais fantástico do sistema é que o bezerro, paga o custo de 17 meses da vaca. Sendo assim, na conta dos R$ 900,00 está incluso os custos da vaca, da prenhez até a desmama, mais o custo da ração do creep-feeding que esse animal recebe”, ressaltou Ademir. Ele explicou ainda que, esse animal, aos 9 meses e com 300 kg está pronto para ser entregue ao confinamento ou semi-confinamento.

Manejo de sucesso na criação do Superprecoce:

  • Castração ao nascimento;
  • Creep à vontade desde o nascimento, com silo de 3 toneladas em cada creep;
  • 3 IATF sem touro, programa Touro Zero;
  • Compra de bezerras Nelore selecionadas e recria das mesmas para inseminá-las com Angus ou Simental Preto;
  • Retenção das F1 para serem inseminadas com Brangus;
  • F1 abatidas com até 30 meses depois da primeira desmama;
  • Desmama aos 9 meses com 280 kg a 300 kg e direto ao cocho nos piquetes com cocho com ração à vontade;
  • Custo por boi do nascimento até a desmama R$ 900,00;

Um grande ponto que ele chama atenção para o pecuarista que vai realizar a castração ao nascimento é quanto ao manejo nutricional a ser adotado. “Esses animais castrados ao nascimento não podem ser colocados no pasto sem um manejo de suplementação, o creep-feeding, pois são animais exigentes e precisam de condições para expressar o seu potencial genético. No caso da Estância Espora de Prata, utilizamos o cruzamento industrial”, finalizou ele.

Leia também:

Confira o vídeo e saiba mais sobre a castração ao nascimento:

O Compre Rural em parceria com Ademir Ribeiro, irá trazer durante o ano de 2019 todas as informações sobre o manejo que será adotado com os animais até o abate. Cadastre e receba as notícias em primeira mão.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com