Gado de corte em pasto irrigado

Gado de corte em pasto irrigado

PARTILHAR
matsuda pasto
Foto: Grupo Matsuda

Criar gado de corte em pasto irrigado pode parecer um desafio para alguns produtores. Será que é lucrativo esse “desafio”? Vamos ver a reportagem!

Sabemos no período na seca, é preciso investir em alternativas que evitem ao máximo a perda da produtividade dos bovinos. E o pasto irrigado é uma delas. Nesta dica, vamos reforçar como fazer esse tipo de produção.

Para implementar o processo de pasto irrigado na sua propriedade, é preciso estudar se há estrutura no local. Uma pergunta muito importante antes de começar a pensar no pasto irrigado: sua propriedade tem acesso à água?

A irrigação de pastagem é uma técnica bem utilizada e é possível atingir índices muito expressivos. Porém, só é muito bem aplicada e viável economicamente em lugares onde há água.

Alguns fatores auxiliam como temperatura e luminosidade, mas a escassez de água dificulta todo o processo de irrigação de pastagem. Se na propriedade não tiver nenhum córrego, lago, represa, é possível perfurar o poço. E com o bombeamento, distribuir a água para o reservatório.

No pasto irrigado, é possível passar a rotação de 1 animal por hectare para 12 animais por hectare. Ou seja, o plantel é aumentado sem necessidade de ampliar a propriedade. Diminuir os pastos, áreas de pasto e aumentar a produtividade é extremamente importante para o produtor que deseja obter lucratividade ao alavancar o aumento da produção do gado de corte em pasto irrigado.

Caso a opção não seja viável com sua estrutura, uma outra alternativa é o pasto rotacionado. Aqui a gente te explica como fazer: Pastejo rotacionado atinge ápice nutricional do capim. 

Não esqueça da nutrição no cocho

Não importa o tipo de sistema que a propriedade adote, mais que cuidados com o pasto, o cocho sempre deve conter sais minerais e nutrientes que garantem uma engorda efetiva.

Na seca ou nas águas, manter o gado sadio, evita muito mais que a perda da peso. Garante uma boa imunidade e a prevenção de doenças que impactam diretamente na produtividade do rebanho. Por isso, amigo produtor, deixamos uma dica preciosa: nunca descuide da nutrição do seu gado.

Fonte: Boi Saúde

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com