Javali ataca brutalmente e mata fazendeiro, veja!

Javali ataca brutalmente e mata fazendeiro, veja!

PARTILHAR

Se não bastasse os estragos feitos as plantações e nascentes, essa praga agora está matando as pessoas; Precisamos caçar e eliminar esses animais!

Um homem de 46 anos foi encontrado morto, na Serra Catarinense, e a suspeita, segundo o Corpo de Bombeiros, é que ele foi vítima de um ataque de Javali – região é famosa pela caça do animal. As leis e autoridades ambientais parecem que, ainda, não perceberam a capacidade de destruição que esse animal é capaz de fazer.

Infelizmente, uma praga que chegou no Brasil a décadas, parece que veio para ficar e causar prejuízos. Sem possuir um predador natural, a espécie tem crescido ano após ano e o prejuízo para o produtor rural é cada vez maior. Como se não bastasse, agora os javalis tem atacado as pessoas e causado, na maior parte, a morte dessas.

De acordo com os socorristas, devido aos ferimentos, uma vítima teve um choque hipovolêmico, que é quando há uma grande perda de sangue. Ele foi encontrado por volta das 13h30, a aproximadamente 100 metros de onde mora.

Estragos

Fotos aéreas tiradas há quatro anos mostram os estragos provocados pelos javalis em uma propriedade em Tibagi, na região dos Campos Gerais do estado.

“Ele vai desde o início, da semeadura do milho, da cultura, até a colheita fazendo o dano, diminuindo a produtividade, a lucratividade e deixando prejuízo para a lavoura”, explicou Guilherme Frederico de Geus, produtor rural.

Geus garante também que o animal foi uma ameaça à fauna nativa da região.

“Ele ataca animais silvestres. Então, ao longo desses anos a gente viu que o javali diminuiu muito animais como o veado, o cateto, queixada, tatu. Então, além do dano econômico que essa praga traz aqui para região, ela trouxe o dano ambiental”, comentou.

Fotos aéreas tiradas há quatro anos mostram os estragos provocados pelos javalis em uma propriedade em Tibagi — Foto: Reprodução/RPC

Transmissão de doenças

Outra preocupação é com a transmissão de doenças para as criações.

“A preocupação é muito grande com a peste suína. A peste africana, que esse animal por ser rústico, por ter uma natureza que traga essas doenças, poderia, adentrar nossas granjas e nós termos prejuízos muito grandes com a suinocultura”, afirmou o produtor.

No Brasil, a onça é o único predador natural capaz de matar o javali. Por isso, desde 2013, a espécie é a única que tem a caça autorizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Geus disse que, há dois anos, o manejo começou a ser feito na propriedade.

“Consequentemente eles se afastaram aqui da nossa região do Guartelá. E isso trouxe benefícios para nós, pois diminuiu muito o impacto financeiro, prejuízos às lavouras. Tinha regiões que chegavam a perder até 8% da produtividade de milho por causa de dano dos javalis”.

População de javalis cresce sem controle e ameaça à saúde, as lavouras e o meio ambiente — Foto: Reprodução/RPC

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.