JBS inaugura mais um confinamento gigante!

JBS inaugura mais um confinamento gigante!

PARTILHAR

Com a unidade em operação, a companhia passa a ter capacidade de terminar 116 mil bovinos por ano; JBS inaugura o seu oitavo confinamento.

A JBS está abrindo as operações de uma nova unidade de confinamento no Brasil, além de ser uma das maiores produtoras de carne do mundo. Neste mês de outubro começa a funcionar o confinamento do município de Confresa (MT), com capacidade estática de 4,8 mil bovinos, podendo terminar 12 mil animais por ano, em 2,5 giros.

A JBS possui oito unidades de confinamento no Brasil, localizadas em regiões estratégicas, elas possuem uma capacidade estática para cerca de 120 mil cabeças de gado, superando mais de 2 milhões de animais confinados, segundo vídeo divulgado na matéria.

O confinamento no modelo de prestação de serviço ao produtor é o oitavo da empresa no País, desde que começou a construir unidades próprias em 2010. Outras duas unidades de terminação intensiva de bovinos, inauguradas este ano, são a de Rio Brilhante (MS) e a de Campo Florido (MG). Cada uma possui capacidade estática de 4 mil animais e podem terminar 10 mil bovinos no ano, em 2,5 giros.

Os demais confinamentos da JBS estão em Castilho e Guaiçara (SP); Lucas do Rio Verde e Nova Canaã do Norte (MT), e em Terenos (MS). Com a nova unidade mato-grossense, a companhia passa a ter uma capacidade total de abate nesse sistema 116 mil bovinos, por ano.

Como dito anteriormente, as unidades de confinamento estão espalhadas pelo Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. Todas elas com capacidade estática para mais de 10 mil animais, a distribuição é da seguinte forma:

Localização e Contato 

  • Castilho (SP)
    • Cap. estática de 30.000 bovinos
    • Luciano Junior – (18) 99658-1429
  • Guaiçara (SP)
    • Cap. estática de 13.000 bovinos
    • Mario Yoneda – (67) 99241-2446
  • Lucas do Rio Verde (MT)
    • Cap. estática de 21.000 bovinos
    • Helder Pureza – (65) 99241-9088
  • Nova Canaã do Norte (MT)
    • Cap. estática de 10.000 bovinos
    • Helder Pureza – (65) 99241-9088
  • Confresa (MT)
    • Cap. estática de 12.000 bovinos
    • Cap. estática de 4.800 bovinos
    • José Robero Bischofe – (11) 98905-6453
  • Terenos (MS)
    • Cap. estática de 10.000 bovinos
    • Mario Yoneda – (67) 99241-2446
  • Rio Brilhante (MS)
    • Cap. estática de 10.000 bovinos
    • Mario Yoneda – (67) 99241-2446
  • Campo Florido (MG)
    • Cap. estática de 10.000 bovinos
    • Mario Yoneda – (67) 99241-2446

Serviço na engorda

De modo geral, são oferecidos ao produtor infraestrutura e uma equipe de veterinários, zootecnistas e nutricionistas que acompanham diariamente a evolução dos animais. O pecuarista pode investir em quatro modalidades de contratação:

1) Diária: paga um preço fixo pelas diárias;

2) Parceria: o animal é pesado na entrada e o produtor recebe as arrobas magras a preço de boi gordo;

3) Arroba produzida: paga um preço fixo pelo total de arrobas engordadas dentro do confinamento;

4) Ração por quilo: o pecuarista paga pelo quilo de ração consumida por animal.

O produtor só desembolsa o valor de custos, como alimentação e frete, após o abate dos animais. 

Compre Rural com informações de Ascom/JBS

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com