Jovem compra fazenda de volta depois de atitude incrível

Jovem compra fazenda de volta depois de atitude incrível

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Mais de 200 fazendeiros permanecem em silêncio durante o leilão para que um jovem possa comprar sua fazenda de volta; história é inspiradora.

Não é todo dia que você verá uma história dessas, para muitos é exemplos como esse que fazem revigorar a fé na humanidade e nos inspiram a ser melhores e mais benevolentes. Centenas de agricultores ficaram calados durante um leilão, no estado do Nebraska, (EUA), para que um jovem pudesse ganhar a oferta e recomprar a fazenda de sua família.

David estava determinado a reconquistar a fazenda das famílias depois que ela foi posta em leilão alguns anos depois. Assim, David e seu pai fizeram o possível para reunir os recursos necessários para tentar obter uma oferta vencedora na propriedade.

No dia do leilão, quase 200 agricultores estavam presentes e prontos para licitar. David e seu pai pensaram que suas chances de fazer a oferta vencedora eram pequenas.

Quando o leilão começou, David e seu pai fizeram sua oferta. Para sua surpresa, nenhuma pessoa presente falou e fez outra oferta.

Como se viu, todos os agricultores do leilão decidiram não fazer uma oferta na propriedade para que David e seu pai pudessem ganhar o leilão e recuperar a propriedade de sua família.

Depois que o leiloeiro pediu três vezes outras ofertas e nenhuma entrou, ele bateu o martelo e o leilão acabou! David e seu pai venceram!

“Eu tive dois dias profundamente humildes na minha vida”, disse David. “O primeiro foi o dia em que meu filho nasceu. O segundo foi aquele dia inesquecível na casa de leilões.

Via awesomejelly.com por pensarcontemporaneo.com

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.