Pecuaristas de Alta Floresta são destaque no Circuito Nelore

Pecuaristas de Alta Floresta são destaque no Circuito Nelore

PARTILHAR
Pecuaristas de Alta Floresta são destaque no Circuito Nelore
Foto: Divulgação

Pecuaristas de Alta Floresta (MT) superam a seca e apresentam animais de destaque no Circuito Nelore; quase 100% dos animais apresentaram mais de 18@

A sexta etapa do Circuito Nelore de Qualidade 2020, realizada na unidade da Friboi em Alta Floresta (MT), avaliou 514 animais, sendo 434 machos e 80 fêmeas. As informações são da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) em parceria com a Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso (ACNMT).

Nas avaliações dos animais, constatou-se que 84,3% deles tinham até quatro dentes incisivos permanentes (menos de três anos de idade). Em relação ao peso, 99% dos animais apresentaram mais de 18 arrobas, sendo 60,4% acima de 23 arrobas e média de 22,5 arrobas. No geral, 60% dos animais apresentaram cobertura de gordura mediana.

O pecuarista Paulo Prudente Polizel, da Fazenda Polizel (Novo Mundo), foi o vencedor do Melhor Lote de Carcaças de Machos e conquistou a Medalha de Ouro. A Medalha de Prata foi para Oliveira Ferreira Barbosa, da Fazenda Umuarama (Paranaita). Já o Bronze ficou com Antonio Donizete Aguilera, da Fazenda Lagoa da Mata (Carlinda).

Entre as fêmeas avaliadas em Alta Floresta, 72,6% dos animais apresentaram até dois dentes incisivos permanentes (em torno de dois anos de idade), com 85% dos animais registrando mais de 13 arrobas de peso, com uma média de 14 arrobas.

O Melhor Lote de Carcaças de Fêmeas, conquistando a Medalha de Ouro, foi de Juliano Beraldo de Andrade, da propriedade Santa Maria do Corgão (Alta Floresta).

“A grande maioria dos pecuaristas participantes desta etapa realiza a terminação de animais em pastagens. Tivemos apenas um lote de machos inscritos terminados em confinamento, que acabou levando a Medalha de Ouro. Isso é importante, pois reforça que, independente do seu método de produção, o pecuarista tem chance de se destacar nas avaliações do Circuito”, ressalta André Locateli, gerente executivo da ACNB.

Para Adriano Carvalho, responsável pela compra de gado da Friboi em Alta Floresta, esta etapa evidenciou os investimentos feitos pelos pecuaristas em tecnologia.  “Mesmo com as dificuldades por conta do período seco em nossa região, os produtores não mediram esforços para apresentar animais de qualidade. Isso mostra a evolução na pecuária no norte do Mato Grosso, especialmente em uma região onde o nelore é predominante”, finaliza.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com