Polícia detém motorista por maus-tratos no interior de São Paulo

Polícia detém motorista por maus-tratos no interior de São Paulo

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Polícia Rodoviária de Votuporanga detém motorista por maus tratos contra bovinos; animais estavam amarrados, machucados e aparentemente desnutridos

Polícia Rodoviária de Votuporanga, cidade no extremo noroeste do Estado de São Paulo, detém motorista que carregava cinco cabeças de gado. Animais estavam visivelmente feridos e amarrados de forma irregular em uma carroceria adaptada. A abordagem foi efetuada durante fiscalização na rodovia Euclides da Cunha (SP-320). O motorista não tinha documentos e nota fiscal dos animais foi multado em R$ 15 mil – foi ouvido e liberado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, o condutor foi abordado durante fiscalização de rotina. Os animais foram encontrados amarrados e machucados em uma carroceria adaptada. Além de as cabeças de gado, que são oriundas de Carneirinho/MG, estarem feridas e magras, o homem não apresentou nenhuma nota fiscal e documento que autorizasse o transporte supostamente até São José do Rio Preto/SP.

Ainda segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista foi encaminhado à delegacia de Votuporanga, onde foi ouvido e liberado.

transporte irregular de animais 3
Foto: Divulgação

Dois boletins de ocorrências por maus-tratos foram registrados, um pelo delegado de plantão e outro pela Polícia Ambiental que autuou o indivíduo em R$ 3 mil por cabeça – totalizando em R$ 15mi.

Os animais foram recolhidos e encaminhados para o Centro de Zoonoses. Eles ficarão à disposição do órgão até o condutor da caminhonete apresentar documentos.

transporte irregular de animais 3
Foto: Divulgação

Informações são do site votunews.com.br

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.