Polícia mata esquema de roubo de gado, confira!

Polícia mata esquema de roubo de gado, confira!

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Gerente da fazenda roubava gado do patrão para vender ao açougue da cidade; Polícia conseguiu matar o esquema de roubo de gado, veja!

Segundo as informações da Polícia Militar de Goiás, o Gerente da propriedade foi responsável pelo roubo dos animais, que segundo ele era vendido ao açougue da cidade, por meio de um esquema de roubo de gado. Por volta de 10h30 de ontem (13), policiais militares do 43º BPM receberam informações de que havia ocorrido o furto seguido de abate de um animal bovino em uma propriedade rural de Firminópolis (GO).

Polícia de Goiás segue no rastro dos ladrões e quadrilhas de roubo de gado, efetuando prisões e garantindo a segurança na zona rural. Grande serviço que vem sendo feito em união com os produtores rurais e população que tem enviado as denúncias as autoridades!

Uma viatura deslocou ao local e apurou, através de testemunha, o envolvimento do proprietário de um veículo Fiat/Strada na morte e transporte do animal. Localizado, o abordado relatou aos policiais que abateu o semovente a pedido do gerente da fazenda, que vendeu a carne a um açougue da cidade.

Ato contínuo, os militares abordaram o suspeito do crime de furto (gerente), que contou aos policiais que aquele havia sido o quarto animal subtraído da fazenda por ele e que todos foram vendidos ao mesmo estabelecimento comercial, sendo este último repassado pelo valor de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais).

Diante desses fatos, os envolvidos foram detidos e, após confecção do relatório médico no Hospital, apresentados à autoridade competente para  os procedimentos que o caso requer.

Ladrões ficam presos em atoleiro e acabam presos e gado é recuperado

Três pessoas foram detidas por suspeita de furto de gado, na noite desta quinta-feira (7), em Carmo do Cajuru. Segundo a Polícia Militar (PM), com os homens de 43 e 53 anos, e um idoso de 63, foram apreendidas 17 cabeças de gado que tinha sido furtadas em uma fazenda em Abaeté.

Os militares receberam uma denúncia de que um caminhão estaria atolado na zona rural da cidade. No local, eles se depararam com um caminhão carregado com 17 cabeças de gado da raça Tabapuã.

Os policiais constataram fraude na Guia de Trânsito Animal (GTA) que estava com o motorista do caminhão e levantou suspeitas sobre a origem do gado.

Gado, furto, Carmo do Cajuru — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Com apoio dos policiais militares de Abaeté, a fazenda de onde as cabeças de gado haviam sido furtadas foi localizada. Os policiais fizeram contato com o dono dos animais que reconheceu a carga.

Outros dois homens foram localizados e detidos por furto. O motorista do caminhão foi detido por furto e utilização de documento falso, e levado à delegacia da Polícia Civil.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com