Terror: Crime de abigeato aumenta

Terror: Crime de abigeato aumenta

PARTILHAR
Foto Divulgação

O crime de abigeato é cada vez mais recorrente no campo, criminosos tem utilizado o crime para comercializar a carne em açougues locais

Em todos os finais de ano os produtores rurais enfrentam o aumento no número de abigeato no município. Um problema crônico que se prolifera ainda mais em períodos de festas.

Na madrugada de quarta-feira(21), o alvo foi uma fazenda na localidade do Parové, cerca de 42Km da cidade. O funcionário do estabelecimento, de 39 anos, registrou na Delegacia de Polícia, o prejuízo de duas novilhas avaliadas, cada, em R$ 1.500,00.

Foto Divulgação

De acordo com o peão, na manhã de ontem ele se deparou com as reses carneadas na beira da estrada fora do campo de domínio do proprietário do estabelecimento rural. A fazenda fica no Corredor da Cascata.

No local foram encontradas apenas as vísceras dos animais, de dois anos da raça Braford. Até o momento, o funcionário não possui suspeitos do crime. O dono da fazenda reside em Porto Alegre.

Leia também:

O aumento no índice de abigeato, de acordo com alguns produtores, deixa o alerta para que haja mais fiscalização da Vigilância Sanitária, junto aos mercados e açougues e que as pessoas façam denúncias à Brigada Militar (190)e a Polícia Civil que tem um número específico para esses casos – (55) 98451-1681.

Foto Divulgação

O cidadão pode entrar em contato a qualquer horário para auxiliar nas investigações. A iniciativa ainda estimula as pessoas a adotarem um comportamento proativo e solidário, caso testemunhem ou tenham conhecimento de algum delito. Um policial da região sempre estará de plantão, 24h.

Abigeato: Sentindo na carne o roubo de gado no Brasil

Fonte: Alegretetudo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com