TOP Touros mais perigosos do rodeio!

TOP Touros mais perigosos do rodeio!

PARTILHAR

Trazemos para vocês uma seleção dos touros mais perigosos no mundo do rodeio com grande menção ao Agressivo e Bandido, dois ícones das áreas.

montaria em touros é uma modalidade de alto risco e muito imprevisível. No mundo do esporte, os oito segundos mais perigosos, sem dúvida, se passam em cima do animal. Por isso, a coragem é fundamental para ser um peão de boiadeiro. Principalmente quando o desafio é enfrentar algum dos mais temidos touros do Campeonato.

Os eventos da Professional Bull Rider, uma das maiores empresas de promoção de rodeios do mundo, costumam ser o palco perfeito para descobrir os touros mais difíceis de enfrentar. Ao longo da história, alguns animais ficaram famosos pelo seu desempenho na arena. Confira abaixo alguns deles.

Bodacious, o mais violento

Considerado o touro norte-americano mais violento do mundo, o Bodacious era conhecido pelos ferimentos que causava nos cowboys. Um dos episódios mais falados foi quando Tuff Hedeman, um dos melhores do mundo no esporte, teve a face destruída pelo animal durante a final da Professional Bull Riders em 1995. Dois anos depois, o touro de 1200 kg foi aposentado em plena forma, para segurança dos atletas. Entre 135 montarias, apenas 6 peões conseguiram completar os oito segundos em cima do animal.

touro-boudacious-perigoso
Touro Bodacious – Foto Divulgação.

Bandido, uma lenda

O touro Bandido é reconhecido internacionalmente como o melhor do rodeio brasileiro. Sua fama nasceu por derrubar os peões com uma rapidez impressionante. Apenas um cowboy permaneceu em seu lombo por 8 segundos, o peão Carlos de Jesus Boaventura, em Jaguariúna. Em 2008, após mais de 200 competições pelo Brasil, o boi Bandido teve sua carreira encerrada. Morreu no ano seguinte de câncer de pele e foi enterrado no Memorial do Peão, em Barretos.

touro-bandido
Touro Bandido – Créditos:http://gloriaperez.com.br/

Dillinger, bicampeão mundial

Muito ágil e atlético, o touro Dillinger é um dos melhores da história, segundo a PBR (Professional Bull Riders). Foi eleito duas vezes o touro do ano. Sua rapidez e força compensavam a fato de não ter chifres. Poucos cowboys conseguiram resistir 8 segundos em seu dorso. O bicampeão mundial teve sua última competição em 2002. Se aposentou após sofrer uma fratura múltipla e luxação na jarrete esquerda.

touro-dillinger
Touro Dillinger – Créditos:http://ak.c.ooyala.com

Agressivo, o mais temido

O nome já diz tudo sobre sobre o temperamento do touro Agressivo. Com 900 kg, foi conhecido por derrubar grandes campeões antes de 8 segundos. Era forte e tinha movimentos rápidos. Recebeu prêmios de Touro do Ano, Melhor Touro de Barretos, 2º Melhor Touro e 13 fivelas de Melhor Touro. É um dos mais temidos até hoje, já que após a sua morte ainda não teve um substituto a sua altura. Seu dono é o mesmo do boi Bandido, o tropeiro Paulo Emílio. No entanto, ele possuía características menos violentas. Veja na matéria abaixo tudo sobre ele.

touro de rodeio agressivo 3
Foto: André Silva / Comunic Comunicação Corporativa

Little Yellow Jacket, um competidor especial

O touro norte-americano Little Yellow Jacket foi o único da PBR a ganhar três vezes consecutivas o título de Melhor Touro do Mundo. Foi o primeiro a receber o prêmio Brand of Honor. Ficou conhecido por derrubar 84% dos peões que o desafiavam em um tempo médio de 2,6 segundos. Em 2003, derrubou o bi-campeão mundial Chris Shivers em menos de 2 segundos. Apenas 14 cowboys conseguiram resistir o tempo necessário para vencer a disputa. Sua última competição foi na final mundial de 2004. Morreu em 2011, na Carolina do Norte, aos 15 anos.

touro-little-yellow-jacket
Touro Little Yellow Jacket – Créditos:northdakotacowboy.com

Jumbo, de grandes chifres

De corpo curto e chifres grandes, o boi Jumbo costumava ser um dos mais perigosos para os cowboys na década de 1990.  Suas aparições eram famosas nos rodeios de Barretos. Uma de suas táticas era jogar o chifre para trás para ferir o peão.

touro-jumbo
Touro Jumbo – Créditos:http://efiree.com

Sem Futuro, boi bravo e grande

O touro Sem Futuro dava medo só pelo tamanho, já que tinha um tamanho maior do que o comum entre os bois de rodeio. Além disso, era conhecido por ser bravo e ter chifres grandes. Somente dois peões conseguiram ficar mais de 8 segundos montados nele: os campões  Sigmar Colatruguio e Ty Murray. Precisou se aposentar após sofrer uma lesão na coluna.

Baiano, um perigo dos tempos antigos

Na década de 1980, um touros de rodeio mais perigosos era o Baiano. O animal ficou conhecido por fazer com que muitos cowboys desmaiassem após a tentativa de montar em seu dorso por 8 segundos. Não há registros que confirmem com exatidão, mas acredita-se que somente três peões conseguiram a vitória nas competições.

Marfim, rápido e forte

Entre os touros mais perigosos da atualidade, o Marfim se destaca por ser muito rápido e forte. Os cowboys costumam ter dificuldade para montá-lo. Até mesmo o campeão Adriano Moraes só obteve sucesso em apenas uma montaria após onze tentativas.

Neymar, o Tiradentes

O touro Neymar ganhou esse nome por ter uma característica no penteado semelhante ao famoso jogador de futebol: a penugem em cima da cabeça. Apesar do nome um tanto inusitado e engraçado, sua performance na arena costuma causar temor aos cowboys, pois é um dos mais fortes no rodeio de Barretos. No início da carreira, ficou conhecido como Tiradentes após um competidor cair de cima do boi e quebrar os dentes.

touro-neymar
Touro Neymar – Créditos: http://1.bp.blogspot.com

Compre Rural com informações do Rodeo West

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com