Vídeo: Mais de 40 ladrões batem em peões e colocam fogo

PARTILHAR

Segundo informações, cerca de 40 homens armados invadiram a fazenda do dono da Uninorte, colocaram fogo na casa e quase matam peões da propriedade!

Cerca de 40 homens armados invadiram uma propriedade rural que pertence ao dono do Centro Universitário Uninorte, Ricardo Leite, o Rico, na quarta-feira (21) em um distrito de Porto Velho. Duas pessoas sofreram lesões corporais durante a invasão. Caso ocorreu na mesma região em que policiais militares foram emboscados em outubro de 2020.

De acordo com boletim de ocorrência, no final da tarde, cerca de 40 homens fortemente armados invadiram a Fazenda Santa Carmem, renderam e torturaram dois funcionários que estavam no local.

Os invasores, após adentrarem na Fazenda Santa Carmem, renderam e torturaram dois funcionários que estavam no local. As vítimas que trabalham na fazenda (peões) informaram à polícia que foram ameaçados de morte e tiveram todos os seus pertences destruídos ou roubados, incluindo seus carros.

O grupo de criminosos também destruiu a casa onde os funcionários da fazenda moravam e atearam fogo no carro e na moto das vítimas. O caso ocorreu na mesma região em que policiais militares foram emboscados em outubro de 2020.

Em determinado momento, os invasores começaram a agredir física e moralmente alguns funcionários de maneira aleatória. Dois foram torturados com chutes nas costas.

As vítimas que trabalham na fazenda informaram à polícia que foram ameaçados de morte e tiveram todos os seus pertences destruídos ou roubados. O grupo de invasores também destruiu a casa onde os funcionários da fazenda moravam e atearam fogo no carro e na moto das vítimas.

Após derrubar as casas, os invasores deixaram as vítimas somente com a roupa do corpo. Eles chegaram a incendiar um carro que era usado pelos trabalhadores.

As forças de segurança do Estado investigam o caso e buscam prender os acusados que, segundo Informações, são membros da Liga Camponesa dos Pobres (LCP), um grupo semelhante ao movimento dos Sem Terras, porém, mais agressivo.

A reportagem tentou contato com o proprietário Ricardo Leite para obter mais detalhes da ação criminosa, mas não conseguimos respostas sobre o incidente. A fazenda invadida fica na mesma região onde policiais foram assassinados em outubro do ano passado.

“SEM-TERRA” INVADE FAZENDA E PROMOVE DESTRUIÇÃO; FOTOS E VÍDEO

No começo da noite do dia 23 em março, um grupo de sem-terra, invadiu a Fazenda Nossa senhora Aparecida, na região de Chupinguaia e promoveram destruição. De acordo com informações obtidas pela reportagem do Jornal Extra de Rondônia, nesta semana a fazenda foi palco de prisão de três policiais militares, suspeitos de fazerem parte de um grupo que fazia segurança armada para o fazendeiro.

A informação ainda dá conta que cerca de 40 policiais participaram da ação ordenada pelo Ministério Público (MP), que além dos militares prenderam três funcionários da fazenda e duas pessoas que prestam serviços ao fazendeiro, além armas e munições.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.