Bezerro mais caro e o mais barato, veja onde estão!

Bezerro mais caro e o mais barato, veja onde estão!

PARTILHAR
@fazendapaudarco

Bezerro é uma das categorias mais valorizadas na pecuária, quando avaliamos a alta no ano chega a quase R$ 920 por cabeça. Veja!

A grande valorização nos preços da arroba da boiada gorda motivou também uma maior procura por animais de reposição no País, elevando também as cotações dessas categorias mais jovens. Os preços subiram, em praticamente todo o país, agora vamos descobrir onde esta o bezerro mais caro e o mais barato!

O recorde, até o momento, ficou com destaque para o mercado sul-matogrossense, onde os preços do bezerro disparam, com efetivações de negócios em torno de R$ 2.600,00 por cabeça, informação divulgada em primeira mão pelo Compre Rural.

O pecuarista da cria está aproveitando os movimentos de alta e a menor oferta de animais para poder ajustar os patamares de preços nas vendas dos bezerros. O maior destaque está para as fêmeas, as bezerras estão acumulando grande valorização neste ano, reflexo da necessidade de retenção das fêmeas.

Segundo as informações da tabela abaixo, disponibiliza pelo aplicativo da Agrobrazil com exclusividade para o Compre Rural, o valor do animal teve uma alta de quase R$ 924,00 por cabeça, considerando a praça de Mato Grosso e janeiro como referência.

Segundo o levantamento do Compre Rural, o bezerro mais caro é encontrado no estado de Mato Grosso, com uma média de R$ 2.600,00 por cabeça. Já o bezerro mais barato está localizado no estado do Acre, com um valor de R$ 1.750,00 por cabeça. Lembrando que esses valores são para animais de desmama com 6@.

Preços pelo Brasil e o Recorde 🏆

Em São Paulo – referência para outras praças do País –, o valor médio para os bezerros chegou a R$ 2487,50/cab, na média parcial de outubro, conforme dados informados no aplicativo da Agrobrazil. Já a praça de Goiás teve média de R$ 2150/cab, seguido por Mato Grosso Sul com valor de R$ 2269/cab.

O destaque da semana, mostrando grande força para o atual momento, ficou para negocio realizado em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, o valor negociado por cabeça foi de R$ 2.700. Com um peso médio do 180 kg, temos um valor recorde da arroba de R$ 450,00.

Bezerro valorizado penaliza a margem do recriador

Segundo levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), nesta parcial de outubro, os pecuaristas paulistas precisam de cerca de 8,9 @ para a compra de um bezerro (entre 8 e 12 meses de idade), contra 8,7 @ em outubro de 2019, ou seja, houve uma redução de 2,5% no poder de compra de recriadores e invernistas.

Considerando-se toda a série histórica, a média da relação de troca é de 7,69 @ por bezerro – a relação atual está quase 16% superior.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com