Boi gordo: Abates aceleram em Mato Grosso

Boi gordo: Abates aceleram em Mato Grosso

PARTILHAR
vaca nelore curiosa
Foto: Agropecuária Solo Mio

A chuva colaborou – Dentre os principais fatores que explicam este aumento está o prolongamento das boas condições dos pastos no Estado

Yago Travagini – O volume de animais mato-grossenses abatidos atingiu 471,07 mil no último mês, crescendo 8% na comparação com maio/2020. Este é o maior montante de bovinos abatidos neste ano, superando a máxima que que havia sido registrada em janeiro/20, quando 466,10 mil bovinos foram abatidos.

Também foi registrado um avanço no comparativo anual, já que no ano passado foram abatidas 416,20 mil cabeças em junho, ou seja, um avanço de 13% no YOY.

Dentre os principais fatores que explicam este aumento está o prolongamento das boas condições dos pastos no Estado, que com as chuvas registrada durante o mês de maio/20, o pecuarista conseguiu estender o tempo de estadia do animal sobre as pastagens. Além disso, o fim das férias coletivas em algumas unidades frigoríficas do Estado, e por fim, a extensão da vacinação contra aftosa para o mês de junho/20, fazendo com que produtores mudassem a estratégia de entregas pré-vacinação.

Ainda assim, ressaltamos que o volume de animais abatidos em Mato Grosso durante o primeiro semestre de 2020 está 7% abaixo do mesmo período de 2019. E essa diminuição advém principalmente das fêmeas, que reduziram seu abate em 13% no mesmo período de comparação.

No horizonte de oferta, enxergamos que, caso o histórico dos últimos anos se repita, o volume abatido no 2º semestre deve ser maior que o do 1º semestre, com uma pressão de oferta maior sobre o terceiro trimestre. No entanto, esperar uma futuro padrão em um ano tão atípico ainda parece ser algo distante dos olhares realistas.

Yago Travagini é economista e consultor pela Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
🧩Inteligência de mercado agropecuário 📈Gestão de risco de preço 🎯Foco na tomada de decisão ➡️Consultorias e palestras