Criminosos tentam roubar 150 cabeças de gado em São Paulo

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Criminosos tinham a intenção de transportar os animais até o Estado de Goiás; atitude heróica do caseiro cancelou os planos dos bandidos

Dois homens armados invadiram uma fazenda e fizeram um casal de caseiros refém, na madruga deste último domingo (28), no bairro Jardim Capuava, em São José dos Campos. Os suspeitos fugiram após não ter êxito no roubo de 150 cabeças de gado. A foto remete à uma vacada Nelore de cria, se considerarmos o valor atual de reposição de vacas o gado está avaliado em mais ou menos R$ 750 mil, o que seria um grande prejuízo ao proprietário.

Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu, por volta da 1h, em uma fazenda que fica no km 7 da Rodovia dos Tamoios. Os homem chegaram em uma moto, invadiram a propriedade e amarraram o casal de caseiros.

Os bandidos passaram a madrugada no local, até a chegada de três caminhões, vindos de Goiás, que chegaram pela manhã para fazer transporte dos animais. Um dos caseiros conseguiu se soltar e ligou para o proprietário do sítio, que acionou a Polícia Militar.

Segundo os caminhoneiros, os homens fugiram após serem questionados sobre a nota fiscal necessária para fazer o transporte do gado. Quando a polícia chegou ao local somente os caminhoneiros estavam presentes. O gado não foi levado.

Os animais foram devolvidos, dos caminhões à fazenda, e os caminhoneiros levados para a Delegacia Seccional de São José dos Campos. Eles foram ouvidos e liberados.

Em nota, a empresa Agro Bessa, responsável pelo serviço de transporte, informou que os caminhoneiros não tem envolvimento com os criminosos, que ficaram sabendo do ocorrido no momento de embarcar os animais e que foram apenas contratados para fazer o frete.

Outros roubos de gado já foram registrados este ano nas cidades de São Luiz do Paraitinga, Caçapava, Lagoinha, Tremembé e Taubaté. A Polícia Civil segue investigando o crime.

Adaptado do O Vale

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.