Hormônio indutor de lactação com descarte zero é lançado

Hormônio indutor de lactação com descarte zero é lançado

PARTILHAR
vacas girolando
Vacas Girolando / Foto: Divulgação

MSD Saúde Animal lança hormônio indutor de lactação com descarte zero do leite e da carne; Valerol chega para complementar o portfólio de soluções inovadoras

São Paulo, julho de 2020 – Investindo cada vez mais em soluções que auxiliem os produtores, a MSD Saúde Animal acaba de lançar o Valerol®, com cinco diferentes ações em um único produto. Entre suas características principais, o produto promove a indução da lactação de vacas de leite secas que não estejam gestantes, e induz a atresia folicular, ou seja, a involução dos folículos do ovário, e consequentemente o surgimento de nova onda de desenvolvimento folicular.

Além disso, o Valerol causa a sincronização da ovulação, ao mesmo tempo em que promove a luteólise (definida como a perda da função e da atividade do corpo lúteo) em vacas, independentemente do momento do ciclo estral em que se encontrem. Isto faz com que o produto seja altamente indicado para uso nos protocolos de IATF e de Transferência de Embriões em Tempo Fixo (TETF).

Este lançamento da MSD Saúde Animal é o único no mercado com indicação em bula para uso em protocolo para a indução de lactação, com ação imediata – considerando o tempo para a indução da lactação e adequado uso do produto. Além disso, o produto é extremamente seguro e não apresenta período de carência para o leite ou para a carne (abate), dos animais tratados. Outra grande vantagem do Valerol é o fato de substituir a ação do benzoato de estradiol, do cipionato de estradiol e da prostaglandina F2α nos protocolos de IATF e TETF, com uma única aplicação.

“Ele chega para complementar a nossa linha reprodutiva, que inclui produtos da nossa linha que são bastante reconhecidos no mercado. Nossa proposta é disponibilizar mais uma opção ao produtor. Vale ressaltar que o Valerol possibilita um tratamento com menos manejo, pois reduz o número de aplicações nas vacas e isso reflete no bem-estar dos animais, além da maior facilidade na administração dos protocolos e redução de erros. Dessa forma, ressaltamos mais uma vez, por meio da inovação, o nosso propósito de melhorar a vida das pessoas e a saúde e o bem-estar dos animais”, diz Henderson Ayres, gerente de produtos na MSD Saúde Animal.

Na pecuária leiteira, o lançamento contribuirá para indução da lactação em vacas de leite com potencial produtivo que, por algum problema de manejo ou ambiência, podem não ter se tornado gestantes. Ainda, proporciona um tratamento eficaz, além de reforçar o compromisso da empresa com a saúde e o bem-estar animal e com o uso racional de medicamentos. Segundo o executivo, o princípio do protocolo de indução da lactação consiste em simular os mesmos processos orgânicos e naturais do final da gestação da vaca. Ayres reforça também que, segundo os estudos científicos, o protocolo de indução artificial (tanto de IATF ou indução da lactação) não altera a composição do leite, que é totalmente apropriado para o consumo.

Pecuária de Corte

Com indicação ao uso em protocolos de IATF, o Valerol® consegue induzir o surgimento de nova onda de desenvolvimento folicular, assim como a sincronização da ovulação, o que é fundamental neste processo. “Isto é importantíssimo, pois desta maneira conseguimos que o animal tenha uma ótima resposta ao protocolo de IATF”, diz.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com