Interleite Brasil reunirá mais de 1 mil pessoas em Uberlândia

Interleite Brasil reunirá mais de 1 mil pessoas em Uberlândia

PARTILHAR
Interleite brasil
Foto: Divulgação

Um dos destaques do evento é o jantar dos Top 100, comemoração oferecida pelo MilkPoint aos 100 maiores produtores de leite do Brasil.

A 19ª edição do Interleite Brasil, evento que reúne toda a cadeia produtiva do leite para falar de mercado, gestão, sistemas de produção, tecnologia aplicada, inovação e futuro, será realizada entre 7 e 8 de agosto, no Center Convention, em Uberlândia (MG). Antecedendo o evento, no dia 6 de agosto, acontecerá o Fórum MilkPoint Mercado, principal fórum de tendências de mercado, que discutirá o cenário atual e futuro da cadeia láctea brasileira.

Nos três dias, cerca de 1.300 produtores, técnicos, laticínios, empresas de insumos e especialistas ligados ao leite passarão pelo Center Convention em Uberlândia. Outro destaque é o jantar dos Top 100, comemoração oferecida pelo MilkPoint aos 100 maiores produtores de leite do Brasil.

O Interleite Brasil 2019 terá várias novidades. Uma delas é um painel de debate com laticínios, focado no relacionamento com o produtor e a coordenação da cadeia láctea. Segundo Marcelo Carvalho, CEO do MilkPoint, idealizador e realizador do evento, “estamos vivenciando um movimento de crescente fidelização entre laticínios e fornecedores, além de novos serviços e redução da assimetria de informações sobre o mercado”. Serão apresentados casos de sucesso para trazer essas discussões de maneira inédita, incluindo seis laticínios convidados.

Outra novidade do Interleite Brasil 2019 é o panorama de transformação da cadeia do leite em outros países, incluindo um palestrante da China, país que se assemelha ao Brasil em alguns tópicos, como busca de melhorias na qualidade do leite, custos em média acima do mercado internacional, potencialidade do consumo interno, dependência das importações de lácteos e forte processo de profissionalização da atividade em curso, entre outros. “A ideia é ver o que o ‘gigante chinês’ está fazendo, entender os seus projetos e as modificações no sistema de produção”, explica o CEO do MilkPoint.

A argentina Adecoagro, que produz 300 mil litros de leite/dia, falará sobre sua atual situação desafiadora devido às baixas margens e como estão lidando com o confinamento nessa conjuntura. Também, a Nova Zelândia estará representada pelo prof. Hamish Gow, especialista da Massey University, que abordará as principais mudanças pelas quais os sistemas de produção estão passando no país, que é o maior exportador de lácteos do mundo.

Além disso, serão realizados seis módulos temáticos com especialistas e grandes conhecedores da atividade, incluindo casos de sucesso mostrando a eficiência na prática e novos projetos em desenvolvimento no país, como do produtor de leite Edson Tadano, que produz leite orgânico em São Carlos (SP) e está investindo em um novo negócio no sistema convencional para 2 mil vacas em Casa Branca (SP). Temas como “excelência na gestão” e “como obter resultados mesmo não sendo um produtor familiar típico (como ocorre no Sul do país) e ao mesmo tempo não tendo a escala dos grandes produtores”, também terão abordados no evento.

Diogo Vriesman, da Melkstad, a fazenda que mais cresce no Brasil de acordo com o Top 100, pesquisa realizada pelo MilkPoint, também participará do Interleite Brasil 2019.

“A programação deste ano foi elaborada de forma totalmente alinhada ao que consideramos importante para o leite nas condições brasileiras, sendo ainda muito abrangente, abordando mercado, tendências, casos reais e tecnologia aplicada. É o maior encontro da cadeia leiteira do Brasil”, detalha Marcelo Carvalho.

Fórum MilkPoint Mercado, dia 06 de agosto – Antecedendo o Interleite Brasil 2019, ocorrerá no dia 06 de agosto a 8ª edição do Fórum MilkPoint Mercado, cujo foco são os cenários de mercado da cadeia láctea brasileira, incluindo tendências de produção, consumo e perspectivas internacionais.

Neste ano, o fórum discutirá ferramentas para gestão da volatilidade de custos e de preços, trazendo os casos da Argentina (que implementou há poucos meses mercados futuros para o leite), dos Estados Unidos (que operam seguros de margem para o produtor) e da Nova Zelândia (onde a Fonterra iniciou programa que visa lidar com a volatilidade de preços).

“O principal diferencial do Fórum MilkPoint Mercado sempre é o ‘olhar para o futuro’ em relação a cenários de mercado. Nesta edição, analisaremos ferramentas de gestão de risco na cadeia láctea”, detalha Valter Galan, sócio do MilkPoint Mercado e organizador do evento. “Trata-se da construção da agenda futura do leite brasileiro e de assumir o protagonismo nesta tarefa!”, completa.

As inscrições para o Interleite Brasil 2019 já estão abertas. Os ingressos podem ser adquiridos no site, clique aqui.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.