Pré-custeio da safra: hora de pensar no seguro agrícola

PARTILHAR
john deere plantando soja
FOTO: DARRELL HOEMANN

Empresa de seguros oferece diversidade de opções de seguro agrícola para apoiar o planejamento da produção e boas práticas agrícolas

Dentro da agenda do pré-custeio e de todo o planejamento do produtor rural já para a safra 2021/2022, a Brasilseg, empresa BB Seguros, alerta para a necessidade de contratação ou renovação do seguro agrícola. Com seguros para culturas agrícolas, florestais, pecuária bovina, patrimônio rural do produtor e para a vida do cliente, a empresa é líder no segmento com 57% de participação. Em 2020, o segmento foi um dos principais impulsionadores de crescimento da seguradora, com um aumento em prêmios de 22,65% sobre o ano anterior.

Entre as coberturas, a Brasilseg destaca as de faturamento, para as culturas de soja, do milho 1ª e 2ª safra, café e para a pecuária de corte, pelas quais o produtor pode garantir margem de rentabilidade, travando também o preço do produto. “Essas coberturas são muito importantes e somos os únicos a oferecê-la em larga escala. São mais de 7,5 bilhões de reais de capital protegido com seguro de receita”, diz o superintendente de seguros rurais da Brasilseg, Paulo Hora. “O produtor está atento, em especial com a atual alta dos preços das commodities e quer se proteger de variações, sem perder a proteção contra riscos climáticos, sem comprometer a venda física do produto, e o nosso seguro é uma ótima opção”, destaca o executivo.

Experiência recompensada

A Brasilseg anuncia também que vai oferecer condições especiais aos seus clientes na renovação de seguros rurais. A bonificação pode variar de acordo com a análise individual e experiência do cliente, podendo chegar até 5% de desconto no valor de prêmio de seguro. De acordo com o plano da empresa, aproximadamente 26 mil produtores rurais, clientes de seguro agrícola e agrícola faturamento da seguradora, terão condições especiais na contratação. “A bonificação é oferecida de forma customizada, tendo como base a boa experiência do cliente com a seguradora. Vamos valorizar os produtores de bom histórico conosco, melhores rendimentos em produtividade, que mantiveram boas práticas agrícolas e investimento em tecnologia, e que estão em ambientes mais favoráveis à produção”, diz Paulo Hora.

Segundo a Brasilseg, já é um diferencial estabelecido pela empresa individualizar as condições de subscrição e precificação do seguro agrícola, não só verificando a cultura e o município de risco, mas o produtor rural e as particularidades de sua área agrícola. Mesmo em uma carteira que protege mais de 8 milhões de hectares, o longo histórico de dados e informações permite, segundo a seguradora, uma condição mais personalizada e justa.

Potencial produtivo

Outro benefício a que os produtores podem ter acesso refere-se ao potencial produtivo de sua lavoura no momento da definição da cobertura na contratação. “São produtores que aplicam boa técnica, com bom histórico e que colhem melhores resultados nas safras em relação à média da sua região. Logo, seu potencial produtivo, considerado na cobertura, é expandido com base nos dados que coletamos”, explica o executivo. “Esse trabalho técnico permite maior customização do seguro agrícola a cada perfil de produtor”, diz.

Ferramentas digitais

A liderança da Brasilseg em seguros para o agronegócio vem também como resultado de investimentos que a seguradora realiza para apoiar o cliente na proteção do seu negócio, com destaque para o uso de ferramentas digitais, como vem ocorrendo com os demais processos da companhia. Um exemplo é o Sensoriamento Remoto, serviço de monitoramento das propriedades rurais, por georreferenciamento, imagens de satélite e modelagem de dados, que de forma pioneira a seguradora oferece aos seus clientes, via aplicativo. “São informações precisas sobre possibilidades da ocorrência de riscos e outros indicadores que auxiliam uma gestão mais eficiente da lavoura”. Segundo Hora, a transformação digital que a Brasilseg leva ao campo também permitiu que processos como o pagamento de indenizações tivessem redução de 45% no tempo de resposta, beneficiando diretamente o produtor rural.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.