Homem leva tiro e morre durante caça de javaporco

Homem leva tiro e morre durante caça de javaporco

PARTILHAR
Divulgação/Polícia Militar

Durante o último sábado, 30, um homem morreu ao ser atingido por companheiro de caça de javaporco. Confira abaixo as informações!

Um homem morreu ao ser atingido por um disparo de espingarda por outro membro do grupo de caça de javaporcos do qual fazia parte, em Triolândia, zona rural de Ribeirão do Pinhal, neste sábado (30).

Por volta das 12h, o serviço de emergência da Polícia Militar recebeu a informação de que uma caminhonete Hilux transportava um homem que havia sido atingido por um disparo de arma de fogo no distrito de Triolândia. Todos são membros de grupo de caça para controle de animais com registro no Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

No hospital, os homens que socorreram o colega afirmaram que o autor do disparo estava muito nervoso e eles mesmos buscaram ajuda. Também afirmaram que o disparo foi feito quando o paciente foi confundido com um javaporco. Enquanto os policiais obtinham as informações, o médico que prestou socorro informou que o homem ferido não resistiu e morreu.

A Polícia Civil foi acionada e policiais de Santo Antônio da Platina e Guapirama seguiram para a fazenda onde houve o disparo. No local, o autor apresentou a espingarda utilizada e os documentos referentes a ela. Ele disse à PM que havia visto um javaporco correndo e atirou, mas, depois, percebeu que havia atingido o companheiro.

O autor do disparo foi levado para a Polícia Civil, junto com suas armas e as documentações. Ele foi detido. Outros sete membros também foram identificados pelos policiais e apresentaram suas armas, que foram apreendidas e liberadas mediante apresentação da documentação.

No total, foram apreendidas sete espingardas calibre 12 e duas calibre 20, mas apenas a arma do ocorrido ficou retida.

Outros casos

Homem é morto ao ser confundido com javali por companheiro de caça

Um homem foi morto por engano durante uma caçada a javalis realizada na localidade de Fazenda da Estrela, em Vacaria, nos Campos de Cima da Serra, nesse domingo. Um dos caçadores avistou movimentação na mata e atirou contra um colega imaginando ser um animal. Dionei Della Libera, de 29 anos, foi atingido por um disparo de espingarda.

Conforme a Brigada Militar, o autor do disparo é parente da vítima e ainda tentou prestar o primeiro socorro. Porém, devido a gravidade do ferimento, Dionei Libera acabou morrendo no matagal. O primo do caçador morto apresentou-se a Polícia Civil, entregou a arma foi liberado. Mesmo tendo cometido o crime de forma acidental, ele irá responder por homicídio.

Fonte: Bonde

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com