Viver no campo transforma a vida das pessoas

Viver no campo transforma a vida das pessoas

PARTILHAR
Viver no campo transforma a vida das pessoas
Foto: Divulgação

“Transformando Vidas”: mais do que aumentar a lucratividade, ovinocultura levou Izilda a superar uma severa depressão; confira vídeo

Localizada em Campo Grande, a propriedade de Izilda de Azevedo, há dois anos, tinha a ovinocultura como atividade secundária, sem focar em um manejo correto ou ganhos na renda da família. Mas foi a partir da ATeG (Assistência Técnica e Gerencial), do Senar/MS, que a produtora passou a dar atenção especial aos ovinos, conquistando mais do que produtividade e lucros: conseguiu superar uma severa depressão. Essa é a história do “Senar/MS Transformando Vidas” da semana.

“Tudo mudou com a criação de ovinos. Nós tínhamos algumas ovelhas aqui na propriedade, sem visar produção e lucros. Mas agora minha vida mudou completamente. Por isso, sempre que eu falo da propriedade cito o Senar, porque foi toda a assistência e o suporte técnico que me ajudaram a enfrentar as dificuldades daquela época”, lembra a produtora.

Izilda passava por uma severa depressão quando ingressou no programa do Senar/MS e ressalta a importância das ovelhas e das visitas técnicas na batalha contra a doença.

“Fiz cursos, aprendi a cuidar das ovelhas. Hoje sou muito dedicada e exigente, desde a parte gerencial, na produtividade, na criação, como lidar com os animais”, completa.

Atualmente, a produtora tem um rebanho de mais de 90 animais. “Eu sou uma produtora que foi transformada por completo, começando pelo meu psicológico. Estou cada dia melhor e superando novos desafios. A ovinocultura hoje é essencial para a minha vida”, finaliza.

Via Sistema Famasul

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.