IZ celebra 115 anos de uma rica história no agronegócio

IZ celebra 115 anos de uma rica história no agronegócio

PARTILHAR
gado nelore do iz
Imagem ilustrativa

IZ, Instituto da Secretaria de Agricultura, comemora 115 anos levando à mesa do consumidor o que há de melhor em tecnologia de produção animal transferida ao produtor rural

A refeição do nosso dia a dia está, sem dúvida, vinculada a ciência e tecnologia, difundidas pelos Institutos de Pesquisa em agropecuária que têm papel primordial nos alimentos consumidos pela população. Por isso, para comemorar os 115 anos de fundação, o Instituto de Zootecnia (IZ-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, realizará eventos ao vivo pelas redes sociais, abordando o tema “Como o IZ chega à sua mesa”, com a participação do secretário da pasta, de pesquisadores e de parceiros do mercado agropecuário. O evento tem início com live em 15 de julho. Nos dias 16 e 17 de julho ocorrerão três webinários, em três horários, transmitidos ao vivo via Youtube, em parceria com a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag).

Para expor o trabalho, quarta-feira, 15/7, às 17h, o secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira, juntamente com o diretor técnico de departamento do IZ, Luiz Ayroza, irão contextualizar os 115 anos, abordando o tema “Como o IZ chega à sua mesa”, por meio de três cadeias produtivas – carne, leite e aves e ovos.

Participam também do encontro online, os convidados, pecuarista Oswaldo Furlan Junior, presidente do Grupo Pecuária Brasil (GPB) e proprietário da Agropecuária OFJ, e Karla Camargo, diretora de Relações Governamentais da Boehringer Ingelheim Saúde Animal.

A live sobre as cadeias produtivas visa abordar a importância econômica e os resultados das pesquisas científicas que beneficiam o produtor rural e a sociedade consumidora dos produtos agropecuários e de seus derivados.

A Cadeia Produtiva da Carne será representada pela diretora e pesquisadora do Centro Avançado de Pesquisa de Bovinos de Corte, Joslaine Noely dos Santos Gonçalves Cyrillo, zootecnista com atuação em melhoramento genético de bovinos de corte.

Representando a Cadeia Produtiva Leite, o diretor e pesquisador do Centro de Pesquisa de Bovinos de Leite, Luiz Carlos Roma Júnior, engenheiro agrônomo, com atuação em qualidade do leite.

Para abordar sobre a Cadeia Produtiva de Aves e Ovos, o zootecnista José Evandro de Moraes, pesquisador do Centro de Pesquisa de Zootecnia Diversificada, com atuação na área de avicultura.

Ayroza salienta que o IZ procura sempre se adequar e transferir os avanços científicos e tecnológicos ao produtor rural, buscando viabilizar a sustentabilidade e o bem-estar animal nos modelos de produção existentes. “Pesquisas científicas e tecnológicas são fundamentais, pois oferecem oportunidades e inovações aos produtores e podem ser utilizadas em todo o País.”

“Atualmente, estamos dando continuidade aos projetos relativos às áreas estratégicas de pesquisa no IZ: Produção sustentável de carne; Produção sustentável de leite; e Sistemas integrados de produção agropecuária. Ao mesmo tempo estamos implantando uma nova organização e funcionamento do sistema de pesquisa, desenvolvimento e inovação da APTA, aderente com a proposta de reestruturação da Secretaria, que tem por objetivo melhorar a eficiência da gestão pública”, destaca Ayroza.

Ao considerar os 115 anos de atividades do Instituto, pode-se dizer que tem muito da tecnologia IZ aplicada no cotidiano de cada cidadão. Do campo às mãos das famílias paulistas e brasileiras, a inovação na área de produtos e produção animal tem melhorado o acesso à alimentação saudável e de qualidade, seja no café da manhã, no almoço ou no jantar. Além de reflexos no mercado internacional, já que os resultados ultrapassam as fronteiras com a exportação brasileira.

Diante do novo cenário, que nos mantém distantes por conta da Covid-19, o Instituto de Zootecnia tem buscado meios de estar mais próximo dos produtores rurais e da sociedade, dando continuidade às suas atividades essenciais com dinamismo. Por isso, este ano, de modo diferente, o Instituto propagará seus resultados com diversas atividades online.

Bovinos de corte, leite e pastagens

Os webinários abordarão temáticas sobre a importância e resultados da genética na produção de carne, produtividade e qualidade das pastagens, inovação na qualidade do leite e a importância econômica ao produtor e consumidor final.

Na quinta-feira, 16/07, às 10 horas, será o webinar sobre a cadeia produtiva Carne, com o tema “Contribuição da genética na produção de Carne”, abordado pela pesquisadora Maria Eugênia Zerlotti Mercadante, do Centro Avançado de Pesquisa de Bovinos de Corte, e o convidado Ricardo Abreu, gerente de Fomento da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

No mesmo dia, às 14h, haverá o webinar sobre pastagens nas cadeias produtivas. O tema “A importância da produtividade e qualidade das pastagens para a cadeia produtiva” será debatido por Waldssimiler Teixeira de Mattos, pesquisador científico do Centro de Pesquisa de Nutrição Animal e Pastagens e pelo gerente de Desenvolvimento de Mercado da Fertiláqua, parceiro de projetos com o IZ, Deyvid Rodrigues Bueno.

Na sexta-feira, 17/07, às 10h ocorrerá o webinar sobre a cadeia produtiva Leite. O tema “Inovação na qualidade do Leite” contará com os pesquisadores Luiz Carlos Roma Júnior, diretor do Centro de Pesquisa de Bovinos de Leite, e Flávia Fernanda Simili, diretora do Laboratório de Referência em Qualidade do Leite do IZ, com a participação do editor da Revista Balde Branco, João Antônio dos Santos.

A série de webinários será via Zoom com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Secretaria de Agricultura em parceria com a FUNDEPAG, após as apresentações haverá espaço para perguntas dos participantes.

Missão e pesquisas

Com mais de um século de trabalho pela pecuária, visando elevar a produtividade, a eficiência e o bem-estar animal, o IZ é pioneiro na pesquisa científica mundial com Produção Animal Sustentável. A instituição destaca-se pela geração de uma série de benefícios ao meio científico, ao meio técnico e aos produtores.

O IZ tem por missão desenvolver e transferir tecnologia e insumos para a sustentabilidade dos sistemas de produção animal.

Com unidades localizadas em áreas estratégicas do estado de São Paulo, o IZ é dividido em cinco Centros de Pesquisa, onde atuam 44 pesquisadores científicos com mestrado, doutorado e pós-doutorado, e 108 servidores, dentre assistentes, técnicos auxiliares e oficiais de apoio à pesquisa científica e tecnológica. Mantém atualmente mais de 30 parceiros entre empresas, indústrias, frigoríficos e produtores. Tem em estudo 61 projetos de pesquisas, com diversos artigos científicos publicados.

O IZ tem idealizado o Plano de Desenvolvimento Institucional em Pesquisa do IZ (PDIP/IZ), no qual foram priorizadas três áreas estratégicas: Produção sustentável de leite [Programa Leite Mais]; Produção sustentável de carne [Programa de seleção de bovinos de corte, e Programa de seleção de ovinos Santa Inês]; Sistemas integrados de produção agropecuária [Programa de produção animal em sistemas integrados], todas alinhadas com a missão institucional, com os programas estratégicos da SAA e com as políticas públicas do estado de São Paulo.

As áreas estratégicas visam criar novos conhecimentos, aumentar a cooperação científica e tecnológica em pesquisa com outras instituições de referência e aumentar qualitativa e quantitativamente a capacidade institucional para inovação.

De acordo com o balanço de janeiro de 2018 a abril de 2020 do PDIP/IZ, as três áreas estratégicas, estão atuando com cerca de 30 pesquisadores, tendo publicado 171 artigos científicos na íntegra, juntos mantêm um total de 59 contratos de projetos de pesquisa, que somam o total de R$ 3.265.123,59.

O Plano recebeu o aporte financeiro da FAPESP no valor de R$ 11.692.479,98, que está sendo aplicado na modernização dos laboratórios, na compra de equipamentos, em bolsas de treinamentos no exterior, para pesquisador visitante, pós-doc e jovem pesquisador.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.