PARTILHAR

Plantio intercalar de feijão-de-porco com culturas perenes controla plantas daninhas e pragas, além de ser considerado um excelente produtor de biomassa.

O feijão-de-porco é uma leguminosa com crescimento inicial e fechamento rápido, indicada no controle de plantas daninhas, principalmente a tiririca, além da função de adubo verde – fixa em média 80 kg/ha de nitrogênio no solo. Devido ao seu porte baixo e ao fato de não ser trepadora, recomenda-se cultivá-la nas entrelinhas de milho e culturas perenes, como citros, café e uva, entre dezembro e fevereiro.

A leguminosa é indicada também para atrair ácaros das culturas da uva e mamão, ajudando no seu manejo. O feijão-de-porco é plantado ao longo da linha das culturas principais e hospeda o ácaro, que é controlado com defensivos, evitando a aplicação direta do acaricida nas plantas e nos frutos, explica o engenheiro agrônomo e diretor comercial da Piraí Sementes, José Aparecido Donizeti.

O feijão-de-porco também é considerado um excelente produtor de biomassa e apresenta os seguintes benefícios: reduz o número de capinas e/ou a aplicação de herbicidas e diminui a necessidade de adubação química e da utilização de defensivos em geral.

A Piraí Sementes é uma das principais fornecedoras de sementes de feijão-de-porco e oferece ainda orientação técnica para o plantio e manejo.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.