Produtor aumenta taxa de prenhez das vacas em 12%

Produtor aumenta taxa de prenhez das vacas em 12%

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Propriedade leiteira no Paraná aumenta taxa de concepção em 12% após utilizar sistema de monitoramento; rebanho é de 900 vacas

Localizada em Castro (PR), a Fazenda Rhoelandt conta atualmente com um rebanho de 900 vacas, incluindo 380 animais em lactação. Com 67 anos de história na produção leiteira, a propriedade atravessou o período de sucessão familiar, acompanhou as inovações tecnológicas e viu seus índices de produtividade melhorarem de forma significativa nos últimos dois anos. O proprietário Ronald Rabbers investiu no sistema de monitoramento, o Allflex Heatime Pro e, num curto espaço de tempo, conseguiu aumentar em 12% a taxa de concepção das vacas e passou a inseminar novilhas aos 11 meses.

“Para ser lucrativo em nossa atividade é preciso melhorar os números com as mesmas vacas. E foi isso que Allflex Heatime Pro nos ajudou a fazer. Os Dias em Leite (DEL) diminuíram 26%, de 230 para 170 dias e, as taxas de prenhez subiram. É neste patamar que queremos estar”, aponta o produtor Ronald Rabbers. Além disso, após a adoção do sistema, a propriedade conseguiu diminuir as perdas gestacionais em 13% e as vacas vazias voltaram a emprenhar 30% mais rápido.

Foto: Divulgação

O sistema foi instalado em fevereiro de 2018 e as vacas são monitoradas por meio de colares, fornecendo informações de atividade, ruminação e estresse térmico. Também é feito o monitoramento de saúde, que se dá por conta da alteração da ruminação e atividade. Segundo o proprietário, a escolha se deu, principalmente, pelas informações precisas fornecidas, sendo possível identificar vacas doentes de forma precoce, monitorar o bem-estar animal e identificar o cio. “É fácil de usar e o seu uso é intuitivo. Percebi que estamos no caminho certo, pois as informações são de fácil compreensão”, comenta.

Para Rabbers, o sistema de monitoramento também tem um papel importante na avaliação do parto e na rotina de exames para o pós-parto dos animais, pois pode indicar se a vaca está com alguma complicação de saúde em decorrência do parto.

Em 1986, quando Ronald Rabbers assumiu a fazenda do pai, o rebanho era de 60 vacas, 50 dos quais eram para ordenha. Desde então, a fazenda cresce 10% anualmente. Embora tenha tido um crescimento significativo ao longo dos anos e aumentado a produção de leite, a mão de obra tornou-se um problema. No entanto, o sistema de monitoramento também foi um aliado nesse quesito.

“É difícil encontrar funcionários qualificados para trabalhar com leite a cada dia, especialmente aqueles que podem ver e entender o comportamento dos animais, que sejam proativos em relatar os problemas de forma precoce”, aponta.

Por isso, ele precisava de um sistema que pudesse servir como “olhos” e “ouvidos” confiáveis, com insights que pudessem guiá-lo para tomar decisões assertivas. “Hoje todas as ações são tomadas com base nas informações fornecidas pelo sistema de monitoramento. Anteriormente, a fazenda dependia de observação visual, que não era muito precisa. Agora, apenas as vacas que mostram atividade de cio são inseminadas, evitando prejuízos com sêmen e tempo desperdiçado”, enfatiza.

Além disso, o sistema de monitoramento, ao fornecer dados sobre a ruminação dos animais, permite que o produtor possa entender melhor os efeitos da alimentação e alterar a dieta se necessário. “Com o rastreamento de consumo por taxa de ruminação e desempenho do lote, podemos ver se a dieta é boa ou se há problema com a mistura ou tamanho da fibra fornecida. A partir disso fazemos as alterações necessárias. Um exemplo é que retiramos a monensina sódica da dieta e começamos a usar óleo funcional”, relata.

Em termos de bem-estar animal, o sistema de monitoramento fornece alertas quando os animais estão em pico de estresse térmico, auxiliando o produtor para a melhor tomada de decisão, seja ela ventilação, aspersão ou remoção de aglomerados.

“Ao invés de identificarmos doenças no rebanho somente após notarmos a redução na produção, agora podemos, frequentemente, nos antecipar, o que significa fazer uma intervenção anterior para obtermos melhores resultados”, ressalta.

Rabbers optou por utilizar a solução Allflex HealthyCow24®, que fornece acesso móvel e pela web em tempo real dos dados da fazenda para se manter atualizado com os dados de sua propriedade quando estiver fora.

“Os resultados da reprodução são rápidos, o que nos trouxe confiança. Quando você dá um voto de confiança, percebe rapidamente que Allflex Heatime Pro simplesmente funciona e garante resultados positivos na nossa atividade”, finaliza.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.