Pecuarista, Regina Duarte exibe amor pelo Brahman

Pecuarista, Regina Duarte exibe amor pelo Brahman

PARTILHAR
Foto: AFB Press

Casada com pecuarista, Regina Duarte mostra seu amor pela raça Brahman, participa das feiras agropecuárias e ostenta um dos melhores criatórios do país.

Casada com o pecuarista Eduardo Lippincott desde 2002, a atriz mantém junto com o marido um criatório de gado de elite da raça Brahman apontado como um dos melhores do país. Lippincott atua no ramo há mais de 40 anos. O criatório MAK Brahman teve início com a importação de 12 bezerras do melhor criador dos Estados Unidos. Vendidas cada uma a US$ 7 mil, elas chegaram de avião do Texas. Uma delas foi mãe de uma Grande Campeã Nacional no Brasil posteriormente.

A propriedade fica no interior de São Paulo, Barretos,  a 450 quilômetros da cidade de São Paulo. Regina gosta de frisar seu amor pelo campo “Sou uma pessoa do campo. Nasci em Franca, vivi em São Joaquim da Barra e Campinas. Fui para São Paulo aos 18 anos. Não me lembro de ter tido alguma vez saudade da cidade. Já saudade de uma boa temporada na fazenda, tenho sempre.”

Quem a vê nos eventos rurais quase se esquece de que é uma das atrizes mais famosas da televisão brasileira. Conversa com os criadores e usa com naturalidade expressões como FIVs, matrizes e plantel, que soam como russo aos ouvidos leigos. A “namoradinha do Brasil” só ressurge em eventos maiores, quando os flashes disparados por funcionários, adolescentes e curiosos lembram que a pecuarista é uma estrela.

O touro Capitólio, do plantel da atriz, conquistou o prêmio de Reservado Campeão na categoria sênior.

Questionada por que escolheu a Raça Brahman para criar, a atriz disse que o animal é um zebuino dócil e com bastante precocidade. “É um animal lindo. Tem uma carcaça fantástica”, ressaltou Regina. “Desde que conheci meu marido, pude retornar a esta vivência mais rural, que me faz um bem enorme”, diz.

Regina conta que nunca havia se interessado por bois, mas, desde que passou a investir em gado, não deixou mais de acompanhar o andamento dos negócios, nem de freqüentar os leilões. “O Eduardo me contagiou. Quando eu o conheci, ele já criava, e desde então comecei a me interessar por esse mundo fascinante”, disse a atriz. “Gosto muito de ver nascer, acompanhar os cruzamentos e depois colher os resultados.”

Regina só não se dedica integralmente à fazenda em razão dos compromissos profissionais, como as novelas e as campanhas publicitárias. Mas sua presença na pecuária tem dado ótimos resultados para o criatório MAK Brahman. Isso porque, com seu carisma, Regina tem atraído novas personalidades para a raça, como a apresentadora Ana Maria Braga.

Para os criadores de elite, como Eduardo e Regina, não importa o número de cabeças, mas sim a qualidade dos animais. No caso do casal, o negócio principal é a criação de touros Brahman puros para reprodução, principalmente com matrizes da raça Nelore. Nesses cruzamentos, há o choque genético, que dele é gerado o Brahmanel.

Sobre a raça Brahman

“O Brahman dos Estados Unidos veio adaptado às condições de lá. Nós, no nosso criatório, nos preocupamos em adaptar o Brahman para as condições do Brasil. Primeiro é fertilidade, depois produtividade e docilidade”, destaca Eduardo. Para o criador, estes aspectos são fundamentais na pecuária nacional, garantindo o peso de abate em menos tempo. “O Brahman é o zebuíno global. Isso não acontece à toa. Todos os países de clima tropical criam Brahman, principalmente pela produtividade e pela docilidade”, finaliza Eduardo. 

Reprodutor em central de inseminação

BEETHOVEN / Foto: ABS Pecplan

O touro Beethoven MAK 117 é um dos destaques do criatório MAK Brahman. Hoje, servindo à central ABS Pecplan e pertencente aos criadores Eduardo Lippincott e Gustavo Vilaverde, é considerado um animal com DEPs excelentes. Animal que reune duas linhagens extremamente importantes dentro da raça Brahman, Hudgins e Pilar, transmitindo assim alto desempenho e muita homogenidade a sua progênie.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com