Zootecnista sofre ameaça por defender a caça ao Javali

Zootecnista sofre ameaça por defender a caça ao Javali

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Após matéria mostrando a realidade dos estragos que essa praga podem causar ao meio ambiente e a aos humanos, o zootecnista sofre ameaça por defender a caça ao javali.

Infelizmente estão, a todo custo, tentando nos calar ou colocar medo quando o assunto é defender a caça dessa praga que devasta o Brasil, para não dizer o mundo. Em menos de um mês já é uma segundo estratégia que utilizam para tentar separar e calar os produtores rurais e caçadores desse país, que tentam a todo custo conter a invasão dessa praga.

Na última matéria veiculada, onde o zootecnista Thiago Pereira, trouxe uma abordagem real, sem sensacionalismo ou “mimimi” sobre os estragos que essa peste podem causar ao ser humano e ao meio ambienta, ele sofreu ataques por e-mail e nas redes sociais por defender, sem hostilidade, a caça dos javalis.

Confira abaixo a matéria que trouxe repercussão e as ameaças

O zootecnista conta que já procurou os meios legais para se proteger e alega que, essas atitudes vem para tentar enfraquecer o movimento da caça no Brasil, movimento que ganha força e adeptos a cada dia. São milhões de pessoas que sabem e já viram de perto os estragos que essa praga podem fazer no campo.

Os estragos desses animais são absurdos e causam temor em quem vive no meio rural, são plantações destruídas em apenas uma noite, nascentes de rios que viram poças de lama e animais e humanos atacados. Lembrando que esses animais não nativos do Brasil, por isso não possuem predadores naturais no país.

“Podem tentar nos calar, mas não vão conseguir. A caça é o único meio para conter essa praga que devasta o Brasil, que mina a economia agropecuária e causa temor ao homem do campo. Precisamos nos unir ainda mais e cobrar, dos responsáveis uma desburocratização da caça e porte de armas para caçadores”, defende o zootecnista.

Um dos e-mails enviado ao zootecnista

A imagem acima é de um dos e-mails enviados para o zootecnista, os outros não foram divulgados por exposição de sua pessoa e familiares.

Um outro caso recente foi o do Engenheiro Agrônomo, Rafael Salerno, dono do Grupo Aqui Tem Javali, uma das maiores redes de caçadores e apoiadores da caça no Brasil, que recebeu uma carta não muito “amigável” do IBAMA. Para sua surpresa, o IBAMA veio, por meio desta, multar a sua pessoa por tentar abater essa praga, além de uma multa de R$ 200 mil por uma publicação nas redes sociais.

Graças a união dos caçadores e produtores rurais, além de políticos que conhecem a realidade da luta contra essa praga no campo, Rafael conseguiu reverter a situação.

E vocês, produtores e caçadores, vão se calar diante desse absurdo?

“Vamos mostrar a nossa força, vamos mostrar a nossa união e juntos, buscar meios legais, compartilhando esse conteúdo para mostrar que não adianta fazer ameaças, não adianta tentar nos calar, a caça deve ser desburocratizada, esse é o caminho. Conto com vocês!” pede o zootecnista aos colegas, caçadores e produtores rurais!

“Ameaça a gente só sofre no meio do mato, quando o porco pula pra cima da gente”, brinca o zootecnista.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com